O adeus a Irmão Leonardo Reeson

Postagem: 13/09/2018
 
 

O adeus a Irmão Leonardo Reeson

“Uma vez que paramos de pensar só em nós, aparecem as oportunidades para fazermos alguma coisa pelo outro...” Esta era uma frase muito usado por Irmão Leonardo Reeson. O religioso da Congregação de Santa Cruz morreu no dia 12 de setembro de 2018, vítima de atropelamento, na cidade de West Point, em Nebraska, no Estados Unidos. Ele estava na América do Norte de férias, onde visitava as duas irmãs, Arlete e Loretta Reeson. O acidente aconteceu quando o Irmão fazia uma das coisas que mais gostava: caminhar e rezar enquanto caminhava.

Aos 86 anos, o religioso de Santa Cruz estava nos Estados Unidos desde o dia 16 de julho e deveria retornar à casa da Congregação de Santa Cruz, em Santarém, no oeste do Pará, no dia 18 de setembro. O acidente cancelou o regresso ao Brasil, país que adotou Irmão Leonardo e que foi uma segunda casa para ele por 54 anos.

Após seu falecimento, foram realizadas duas cerimônias fúnebre em homenagem a Irmão Leonardo. No dia 12, na cidade natal do religioso, West Point, familiares e amigos fizeram um velório e participaram de uma missa. Após o traslado do corpo, o segundo momento fúnebre, deve ser celebrado em Austin, no Texas, onde é Casa Mãe da Congregação de Santa Cruz e local em que o corpo será sepultado.

Em Santarém, no Colégio Dom Amando, momentos de oração foram realizados pelos alunos, professores e demais funcionários desde o dia 11 de setembro. Da Educação Infantil ao Ensino Médio até quem não foi aluno dos Irmão Leonardo guardava, de algum jeito, a lembrança daquele homem alto, esguio e cordial que circulava pelos corredores do colégio, sempre com um par de tênis nos pés.

Em homenagem ao religioso de Santa Cruz e para celebrar o 7º dia de sua Páscoa, uma missa será realizada no dia 18 de setembro, às 8h, na Igreja de São Sebastião. Devem participar do encontro alunos, funcionários, diretores, religiosos e eternos alunos do CDA.

História de vida - Irmão Leonardo George Reeson nasceu em West Point, Nebraska nos Estados Unidos no dia 04 de fevereiro de 1932. Era filho e João e Maria Reeson. Seus pais tiveram 06 filhos. Ele estava de férias visitando suas 02 irmãs Arlene e Loretta Reeson em sua cidade natal, quando saiu para fazer as coisas que mais gostava: caminhar, correr e rezar; ao atravessar a Rodovia 275 foi atingido por um veículo, levado para o Hospital St. Francis Memorial, mas ao chegar foi declarado morto. Irmão Leonardo entrou na Congregação de Santa Cruz aos 18 anos de idade, fez os Primeiros Votos em 02/02/1952 e os Votos Perpétuos em 1955.

Após formado em Artes e vários anos de experiência como professor nos Estados Unidos, veio para o Brasil aos 32 anos de idade, chegou no Rio de Janeiro em 16 de agosto de 1964 e foi para Petrópolis fazer um curso de Português e Cultura Brasileira, lá ficou durante 4 meses até a conclusão.

Chegou em Santarém no final de 1964. Começou a lecionar no Colégio Dom Amando em março de 1965 as disciplinas Geografia e Ciências.

Teve várias idas e vindas, entre os Estados Unidos e casas de formação no Brasil. Em Santarém, ele morou em várias casas dos irmãos, como por exemplo: um ano em uma Casa de Formação no bairro da Esperança (nessa época era lá o Noviciado) próximo ao Seminário São Pio X; passou mais um ano em outra casa próximo à avenida Turiano Meira; depois foi morar na Casa de Formação na Rua do Norte. No início de 2011 foi designado a desenvolver suas atividades em uma nova casa da Congregação aberta na cidade de Paudalho em Pernambuco, ficando lá até 2015.

Voltou para Santarém no segundo semestre de 2015 e foi para mais um ano sabático nos Estados Unidos. Retornou em agosto de 2016 e permaneceu na residência no Colégio Dom Amando até 16 de julho de 2018, quando foi de férias para passar 2 meses com suas duas irmãs em sua cidade natal West Point Nebraska, onde sofreu um acidente fatal no dia 12 de setembro de 2018, aos 86 anos de idade. (Pesquisa: Professora Marialina Corrêa Sobrinho)